Notícias

Soja: Chicago tem poucas variações nos preços

“O contrato de novembro fechou a $ 933,75 cents/bushel" - Os Futuros de soja fecharam em leve baixa nesta quarta-feira, segundo informações do especialista Luiz Fernando Pacheco, que é analista da T&F Consultoria Agroeconômica. De acordo com ele, o dólar também teve mais um recuo.

“O contrato de novembro fechou a $ 933,75 cents/bushel (contra $ 934,00 da sessão anterior), com máxima de $ 939,00 (945,25) e com mínima de $ 927,75 (931,00). O farelo de soja de dezembro fechou em alta de US$ 1,70/tonelada curta a $ 308,60 (306,90). O óleo de soja, porém, fechou em queda de 27 pontos, com o contrato de dezembro a $ 30,58 (30,85). Os valores da soja permaneceram em torno de US$ 343 / tn, com a pressão da safra sendo sentida nos EUA”, comenta.

Segundo Pacheco, o trabalho no campo excede 46% da área e as previsões climáticas não oferecem grandes ameaças para as próximas semanas. “As chuvas previstas seriam de normais a baixas. Assim, o mercado encontra suporte nas expectativas de compras da China, depois que o gigante asiático anunciou permissão para uma cota adicional de importação da soja americana de cerca de 10 milhões de toneladas. Compras além da cota de 10 milhões de toneladas estarão sujeitas a tarifas, mas recebem uma taxa menor ou zero até essa cota”, indica.

“O USDA informou uma venda de exportadores privados, para destinatários desconhecidos, de 128.000 toneladas de soja para entrega ao longo do ano comercial 2019/20, negociação estimada em US$ 49 milhões. Os traders esperam que o relatório semanal de vendas de exportação, a ser divulgado na manhã desta quinta-feira, mostre uma ampla gama de 0,8-1,6 milhões de toneladas nas vendas de soja na semana”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)