Notícias

Canola modificada diminui impacto ambiental

canola 1500 840A empresa de biotecnologia Cibus desenvolveu três novas variedades de canola geneticamente modificada, capazes de aumentar o rendimento das culturas e reduzir seu impacto ambiental. Os novos recursos conferem maior resistência à planta, reduzindo assim a destruição das vagens.

A planta de canola tem uma tendência para que suas vagens se abram antes da colheita e, portanto, as sementes são perdidas, reduzindo assim o rendimento em até 40%. Essas variedades de geneticamente modificadas reduziriam significativamente essas perdas.

Outra característica é a resistência à esclerotinia, uma doença conhecida como "mofo branco" que pode reduzir o rendimento de cultura em até 50%. Além disso, essas variedades também introduzem um sistema aprimorado de controle de ervas daninhas, uma vez que a competição por nutrientes e luz solar com as ervas daninhas pode reduzir significativamente o rendimento da colza.

Os testes de campo da primeira característica foram concluídos com sucesso neste outono, enquanto os recursos de controle de ervas daninhas e o “mofo branco” já passaram nos testes de efeito estufa e espera-se que sejam submetidos a testes de campo na primavera e no verão. O cientista Greg Gocal explicou que eles estão atualmente trabalhando em características importantes para melhorar o cultivo de arroz, milho, trigo, soja e batata para resolver as principais ineficiências das culturas devido a doenças, insetos e ervas daninhas. A colza é a segunda maior fonte de proteína do mundo, a terceira maior fonte de óleo vegetal e uma das culturas mais valiosas do mundo.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)