Notícias

Soja fecha semana em queda nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (28.11) baixa de 0,525 ponto no contrato de Janeiro/20, fechando em US$ 8,7675 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 0,5 e 0,525 ponto.

Os principais contratos futuros fecharam a semana com leves perdas no mercado norte-americano da soja, com a falta de avanços nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China. “Além disso, a queda do Real e as chuvas na América do Sul pressionaram as cotações. O volume estimado foi de 122.781 contratos negociados, contra 165.474 do dia útil anterior, indicando que a tendência de baixa pode estar se esgotando”, afirmam os analistas da T&F Consultoria Agroeconômica.

Já o volume de contratos em aberto (Open Interest), do dia anterior, foi de 816.930 contratos, contra 807.569 contratos no dia útil antecedente. O farelo de soja de dezembro fechou em nova queda forte de US$ 2,9/tonelada curta a US$ 290,0 (293,8). O óleo de soja, fechou em alta de 5 pontos, com o contrato de dezembro a US$ 30,42 (30,37).

“Fato relevante e negativo foi a aprovação de um projeto de lei nos EUA que reconhece os manifestantes de Hong Kong. O mercado interpretou este evento com certo pessimismo, já que poderá ser motivo de distanciamento por parte da China. Por sua vez, o dinamismo da oferta sul americana também adicionou pressões. A histórica depreciação do Real brasileiro aumentou a
competitividade da soja brasileira em relação à americana e a China concentrou suas compras no Brasil. Chicago sentiu o impacto. Além disto, Brasil e Argentina receberam ou receberão precipitações que beneficiarão os cultivos já implantados, sendo, também, um fator negativo para os preços”, conclui a T&F.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)