Notícias

Soja fecha semana positiva nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na sexta-feira (27.03) alta de 1,25 ponto no contrato de Maio/20, fechando em US$ 8,815 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com movimentos mistos.

Os principais contratos futuros andaram de lado no mercado norte-americano da soja, após uma sessão volátil. “A soja terminou com um leve sinal positivo e acumulou um ganho semanal significativo. O USDA reportou vendas de soja norte-americana para o México de 163.290 tons, trazendo otimismo em um mercado que permanece dominado pela incerteza em relação à logística, transporte e operação dos portos da Argentina e América do Sul em face dos controles coronavírus”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com a ARC Mercosul, o mercado agrícola internacional se manteve com baixo volume de negociações no último dia da semana: “Os operadores de Chicago temem uma redução drástica de demanda com a desaceleração econômica nas Américas – principalmente nos Estados Unidos. Os casos do COVID-19 estão em plena expansão no Ocidente, aumentando a taxa de mortalidade
e reduzindo a recuperação”.

A ARC lembra que, enquanto a doença estava confinada no Oriente as taxas de recuperação alcançaram os 56% do total de casos infectados. “De acordo com que a doença alcançou a Europa e as Américas, a taxa de recuperação derreteu para abaixo dos 23%. A ARC acredita que o pessimismo voltará ao mercado na próxima semana! No Brasil a colheita da soja segue em reta final, atingindo os 77,5% até hoje, contra 79,1% no mesmo período em 2019 e 74% na média. O avanço semanal da colheita brasileira foi agressivo, com destaque para a aceleração nas áreas do MATOPIBA”, concluem os analistas da ARC Mercosul.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)