Notícias

Soja ganha fôlego com Dólar voltando a subir

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a segunda-feira (20.04) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação subindo 0,52% nos portos, para R$ 101,45/saca (contra R$ 100,93/saca do dia anterior). Com isto o ganho acumulado nos portos neste mês ficou em 0,24%.

De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a China comprou apenas dois cargos (o equivalente a 120 mil toneladas) nesta segunda-feira, para o 3º trimestre. Ao mesmo tempo, o Dólar subiu 1,40% e as cotações da soja em Chicago caíram 0,72%. “A mistura destes três fatores permitiu aos compradores da soja brasileira aumentarem o preço pago nos portos do Sul ou seus equivalentes pelo país”, apontam os analistas.

No mercado interno a alta foi de 0,83% para R$ 95,82/saca, elevando os ganhos do mês para 2,11%. “O fato de o Brasil estar embarcado perto de 15 milhões de toneladas de soja em abril não deve afetar muito os preços atuais da soja, porque foram negócios feitos no mínimo há 60 dias, se não 12 meses para embarque agora. O que realmente conta são os novos negócios que surgem no dia a dia – e que estão minguando”, completa a T&F.

CHINA
Ainda de acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a demanda chinesa de soja continuou a se concentrar nos embarques entre junho e agosto de 2020, uma vez que as margens de esmagamento permaneceram fortes na sexta-feira, enquanto vários vendedores estavam ansiosos para empurrar a nova safra de 2021 com boas margens.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)