Notícias

Confira os preços do milho pelo Brasil

As cotações do milho no mercado brasileiro já caíram abaixo do que estavam há 3 meses, segundo indicou a T&F Consultoria Agroeconômica, levando em consideração dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). No Rio Grande do Sul, o milho teve volumes negociados essa semana após quebra de braço os vendedores aceitando receber menos pela saca.

“Na serra negócios giraram na casa dos R$ 48,00/FOB - R$ 50,00/CIF em locais com comprador e vendedor próximos. No centro do estado (Júlio de Castilhos) girou negócios abaixo dos R$ 47,00/FOB, inclusive com produtores que precisavam liberar silos fechando no spot a R$ 46,00/Fob”, informa.

Em Santa Catarina os preços de lotes e de balcão recuaram entre 2,04% e 4,72% nesta semana. “Estado com o maior déficit de milho do país, os preços do milho no mercado de lotes em Santa Catarina e recuou 1 real/saca em Campos Novos a R$ 52,00, manteve o recuo do dia anterior em Concórdia para R$ 50,50 (51,00) e em Mafra para R$ 49,30 (49,50) e caíram mais dois reais/saca para R$ 48,00 (50,00) em Canoinhas, permanecendo inalterado em Chapecó a R$ 48,00”, completa.

No Paraná os preços caíram entre 1% e 9% nesta semana. “O mercado de milho spot tem vendedores a R$ 43,00 em Assis Chateaubriand/Capanema/Mariópolis/Palotina/Capanema, mesmos preços do início da semana, com compradores a R$ 41,00 em Cascavel e R$ 47,60 em Londrina, R$ 46,70 em Maringá e R$ 45,00 em Ponta Grossa. Em Carambeí o preço está inalterado a R$ 52,00 e em Pato Branco a R$ 43,50”, indica.

“No Mato Grosso do Sul foram negociadas 100.000 toneladas de milho na cada dos R$ 35,00/saca FOB, tudo para mercado interno do próprio estado ou para São Paulo, nada para exportação”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)