Notícias

Soja sobe forte nos EUA com apoio no milho

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na quinta-feira (07.05) alta de 11,75 pontos no contrato de Julho/20, fechando em US$ 8,4425 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com valorizações entre 10,25 e 11,75 pontos.

Os principais contratos futuros reverteram a tendência e subiram forte no mercado norte-americano da oleaginosa, com impulso vindo de compras de milho. “O mercado de soja obteve excelentes ganhos. Novas compras de milho da China para os EUA forneceram apoio, pagando a ideia de que o país poderia sustentar a demanda por produtos agrícolas para atender à ‘Fase Um’ do acordo. Isso ocorre em um contexto de crescente incerteza sobre o futuro das relações entre países”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

Neste mesmo sentido, a Consultoria ARC Mercosul também ressaltou que o mercado agrícola em Chicago operou em forte alta impulsionado pela demanda adicional chinesa por cereais estadunidenses: “As cotações do milho lideraram o movimento de otimismo. Parte dos bastidores da CBOT criaram uma modesta esperança de que os chineses iniciem uma campanha de compras agressivas do milho norte-americano, uma vez que os atuais patamares de venda para exportação do grão estão extremamente atrativos para quem compra”.

“A deterioração da demanda doméstica pelo milho nos Estados Unidos, tem aumentando a disponibilidade da commodity para embarque de curto-prazo. Entretanto, a ARC lembra que a qualidade da safra norte-americana será um limitador de altas em Chicago, especialmente com um plantio de milho que deverá atingir os 85% de toda área até o dia 15 de Maio – vale lembrar que em 2019 o plantio do milho atingiu o mesmo patamar apenas no dia 7 de junho. Ressaltamos a atenção sobre o mercado do milho no Brasil!”, concluem os analistas.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)