Notícias

Soja mantém estabilidade em Chicago nesta 4ª e mercado ainda absorve dados do USDA

Soja destacãoO mercado da soja segue operando com establidade na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira (13) e, por volta de 7h30 (horário de Brasília), as cotações recuavam pouco mais de 1 ponto nos principais contratos. O julho era negociado a US$ 8,51 e o agosto a US$ 8,52 por bushel.

"Após dados fundamentais no relatório USDA ontem, hoje o dia deve ser vazio de informações novas. Apenas confirmações de novas compras de soja americana pela China tem capcaidade de mexer bem com os preços", acredita o consultor de mercado Steve Cachia, da Cerealpar.

O mercado recebeu com tranquilidade os novos números do USDA que, principalmente para a safra 2019/20, vieram dentro de suas expectativas. E aos poucos, passam a olhar com mais foco para a demanda e para as condições de clima nos EUA para o desenvolvimento da safra 2020/21.

NO BRASIL
No Brasil, permanece a atenção sobre a questão cambial. Nesta terça (12), o dólar fechou próximo dos R$ 5,90 e ajuda a manter as cotações no mercado nacional altas.

"A soja brasileira depende da taxa do câmbio. Com o atual momento de incertezas políticas, além do Covid-19 e recessão, há espaço para nova desvalorização da moeda brasileira, salve atuação mais agressiva do BC brasileiro", diz Cachia.

FONTE: Notícias Agrícolas(Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja)