Notícias

Relatório do USDA atualiza números para soja e milho

O mais novo relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) atualizou alguns números referentes à soja e ao milho. Para a oleaginosa, os estoques finais foram elevados para 15,79 milhões de toneladas, contra as 13,06 milhões de toneladas que foram estipuladas no boletim de abril.

Além disso, ainda para a soja, o Departamento acabou revisando para baixo suas exportações de soja, que acabaram passando de 48,31 milhões de toneladas para 45,59 milhões de toneladas. Esse foi o segundo mês consecutivo que as exportações registram um número negativo quando comparados com o mês imediatamente anterior.

Para o mercado global de milho, a produção foi estimada pelo USDA em 1.114,75 bilhão de toneladas, maior que as 1.113,02 milhões de toneladas registradas no boletim imediatamente anterior. Sendo assim, os estoques também foram revisados para cima, de 303,17 milhões de toneladas para 314,73 milhões de toneladas.

Em níveis de Brasil, a produção foi estimada em 101 milhões de toneladas na safra 2019/2020, com os estoques finais fechando em 4,39 milhões de toneladas e as exportações em 36 milhões de toneladas. Na vizinha Argentina, a produção deve ser de 50 milhões de toneladas, com estoques em 4,37 milhões de toneladas e as exportações em 34 milhões de toneladas.

Nos Estados Unidos, os estoques finais foram revisados para cima, de 53,14 milhões de toneladas para 53,29 milhões de toneladas, com exportações indo até 45,09 milhões de toneladas. Nesse cenário, o uso do cereal para a produção de etanol, como também vinha sendo esperado pelo mercado, foi reduzido.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)