Notícias

Milho tem dia de alta

milho 768x403Os preços médios do milho no Rio Grande do Sul aumentaram um real/saca a mais, fixando-se em R$ 49,00 nesta segunda feira (25.05) no mercado de lotes. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, com a quebra de safra gaúcha e a necessidade de trazer matéria-prima de outros estados, os compradores começaram a perceber que talvez pagando um real a mais o milho ainda sairia barato em relação aos preços que terão que pagar num futuro próximo.

Isso porque, apontam os analistas da T&F, a safrinha do Paraná “também quebrou, embora menos”. “Mas foi o suficiente para manter os preços um pouco mais elevados do que a mesma época do ano anterior, completam.

Para exportação os compradores, sem as referências da [Bolsa de] Chicago e Wall Street, não apresentaram preços nesta segunda-feira, mas, diante da queda de 2,08% do Dólar no dia, é muito pouco provável que os compradores mantenham os R$ 49,00 sobre rodas no porto de Rio Grande. Para o milho disponível os agricultores estão recebendo R$ 43,00 em Cachoeira do Sul, R$ 42,90 em Ijuí, R$ 42,00 em Panambi, R$ 41,25 m Passo Fundo, R$ 43,00 em Santa Rosa e R$ 40,00 em Santo Angelo.

FUTUROS B3
O mercado futuro de milho em São Paulo expressando vivamente as suas dúvidas: nesta segunda-feira os meses mais próximos voltaram a fechar em queda e os mais longínquos, inalterados. “A nova queda forte do dólar arrasta consigo os preços de exportação das carnes e do próprio milho que antes davam sustentação às altas dos preços e que estão reduzindo os seus ganhos”, concluem os analistas da T&F Consultoria Agroeconômica.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)