Notícias

Incertezas travam subida da soja nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na quarta-feira (27.05) alta de 1,50 ponto no contrato de Julho/20, fechando em US$ 8,485 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com valorizações entre 0,50 e 1,50 ponto.

Os principais contratos futuros tiveram um dia de manutenção de preços no positivo no mercado norte-americano da oleaginosa, mesmo com os mercados globais sob pressão depois que a China não estabeleceu uma meta de crescimento anual. “Da mesma forma, os anúncios de novos avanços políticos em Hong Kong, intensificando os atritos com os EUA, operaram”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

“As notícias imprimiram encorajamento negativo, em um contexto de forte incerteza no desempenho da demanda externa. O mercado americano depende de novas compras do gigante asiático para garantir o cumprimento do programa de exportação projetado pelo USDA. Ao mesmo tempo, o início da safra 2020/21 parece favorável”, diz a T&F.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, O mercado internacional de commodities agrícola entrou em “banho-maria” na sessão de ontem sem apetite especulativo para qualquer tipo de movimento significante: “Os operadores de Chicago ficam em meio ao debate de uma possível safra cheia nos Estados Unidos e a falta de demanda pelo grão estadunidense”.

“A ARC vê que as cotações na CBOT terão dificuldades de se manterem nos atuais patamares, caso o cenário de oferta excedente e demanda enfraquecida se concretize nestas próximas semanas. Já no Brasil as exportações seguem em ritmo acelerado”, concluem os analistas da ARC Mercosul.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)