Notícias

Soja segue andando de lado nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na quinta-feira (28.05) baixa de 1,50 ponto no contrato de Julho/20, fechando em US$ 8,47 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com ligeiras variações mistas.

“As tensões políticas e comerciais entre os EUA e a China continuam adormecidas por acusações sobre coronavírus e conflitos em Hong Kong. Teme-se pelo cumprimento da Fase 1 do acordo. Enquanto isso, enquanto o plantio de milho permanece historicamente à frente, começa-se a especular com alguma transferência de área para a soja se toda a superfície prevista não puder ser plantada”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

Os futuros de farelo de soja foram de US$ 1,70 a US$ 2,30/tonelada mais altos no fechamento. Os futuros do óleo de soja fecharam com perdas de 21 pontos.

De acordo com a T&F, analistas projetam que a atualização semanal do USDA mostrará entre 400.000 e 900.000 tons de vendas da safra velha: “Vendas de soja para safra nova são estimadas entre 200k e 500k tons. Os analistas estão esperando vendas de farelo de soja entre 100 a 350k tons para a semana que termina em 21 de maio. As vendas de óleo de soja estão estimadas em 5.000 a 30.000 tons”.

O Centro Nacional de Informações sobre Grãos e Petróleo na China informou que o esmagamento da soja da semana passada foi de 2,1 milhões de toneladas (MT), o que foi um recorde semanal para o país e subiu de 190.000 na semana. O IGC elevou sua estimativa para os estoques mundiais de soja em 2 MT para 42 MT.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)