Notícias

Trigo: SC e RS com compradores ausentes

Os compradores de trigo no mercado do Rio Grande do Sul estão fora, com vendedores que continuaram pedindo R$1.200,00/t FOB, afirmou a T&F Consultoria Agroeconômica. Com a queda do dólar na Argentina, a competição das farinhas daquele país aumentou e a possibilidade de queda dos trigos importados a médio e longo prazo ajudaram a pressionar os preços.

“Nas Missões e no Planalto Central, vendedor a R$ 1.200,00/ton, comprador local fala em R$ 1.150,00/t, tanto os de dentro como os de fora do estado. No mercado interno, vendedor de trigo futuro entre R$ 50,00 e R$ 52,00 FOB para dezembro. No melhor momento do dia o preço de exportação, para dezembro chegou a R$ 880,00/t, sobre rodas no porto de Rio Grande, queda de R$ 10,00/tonelada em relação ao dia anterior”, indica.

Em Santa Catarina, a situação não é muito diferente. “Os compradores reduziram os seus preços de compra (pressionados também pela queda nas farinhas argentinas que, por sua vez, pressiona os preços dos trigos, porque os moinhos não podem pagar mais se irão vender as farinhas por menos). Com isto, os (poucos) vendedores existentes saíram do mercado, recusando-se a baixar o preço, travando o mercado”, comenta.

No Paraná, a T&F identificou que o estado já plantou 79% da área prevista, com 82% bom/excelente. “As chuvas continuaram nesta terça-feira sobre a maior parte do estado, que já plantou 79% da área prevista. As condições das lavouras registram 82% bom/ex, 15% médio e 3% ruim. As lavouras estão 14% em fase de germinação, 85% em desenvolvimento vegetativo e 1% em floração, com zero de frutificação e maturação”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)