Notícias

Soja fecha semana em alta após avanço com China

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na sexta-feira (19.06) alta de 3,50 pontos no contrato de Julho/20, fechando em US$ 8,765 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com valorizações entre 3,50 e 4,75 pontos.

“Avanços ampliados, em um dia dominado por encorajamento positivo após reuniões entre autoridades da China e dos EUA, alimentando as expectativas de que o gigante asiático fará novas compras, cumprindo os compromissos assumidos na primeira fase. Além disso, como destaque de ontem, o relatório semanal de exportação indicou 1,3 milhão de tons vendidas para a China na semana anterior”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, o mercado em Chicago encerra a semana com baixo volume de negociações e pouca volatilidade: “A especulação continua sob a retórica de fundamentos bem definidos no atual momento, o que não justifica a adição de compras/vendas agressivas. O presente cenário agrícola pressupõe uma oferta robusta de soja e milho nos Estados Unidos, somado com uma colheita de milho safrinha no Brasil que levará a produção total no país para algo perto dos 100 MTs do cereal colhido em 2020”.

“Por outro lado, a demanda por ambas as commodities segue lenta, sem apetite diante do excedente de oferta. Rumores de que a China irá emitir novas cotas de importação de produtos agrícolas estadunidenses poderá disparar movimentos temporários de ganhos na CBOT. Entretanto a ARC lembra que os chineses já garantiram grande parte da cobertura anual de uso com o grão brasileiro. No Brasil a colheita do milho safrinha alcança os 7,9% até hoje, dia 19. Contra 16,2% no mesmo período em 2019 e 7,0% na média dos últimos 5 anos”, concluem os analistas da ARC Mercosul.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)