Notícias

Soja brasileira volta a dar lucro no mês

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a quinta-feira (16.07) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação subindo 0,36% nos portos, para R$ 115,50/saca (contra R$ 115,09/saca do dia anterior). Com isto o ganho acumulada nos portos neste mês ficou em 0,16%.

A T&F Consultoria Agroeconômica aponta que no Rio Grande do Sul os preços no porto subiram cinquenta centavos: “Com a forte queda de 1,04% do dólar, as tradings mudaram de tática – passaram a oferecer preços para setembro mais altos, a R$ 120,00/saca para a soja disponível sobre rodas no porto gaúcho de Rio Grande. Soja futura, para pagamento no final de maio de 2021 manteve o preço estável em R$ 109,00. Já no interior, a queda do dólar continuou mantendo os exportadores novamente de fora da disputa com a indústria, enquanto no Paraná mercado subiu média um real/sac”.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, no Brasil as novas compras deverão se destinar com agressividade para as proteínas animais: “Nossos embarques e vendas de soja para exportação já se aproximam de um teto aonde se tornaria escasso a disponibilidade do grão no mercado nacional – o que eleva nossos prêmios de exportação e reduz a competitividade com os norte-americanos”.

CHINA
Ainda segundo a T&F Consultoria Agroeconômica, a “os preços da soja dos EUA subiram ligeiramente na quarta-feira devido à forte demanda chinesa durante a noite, com os valores brasileiros caindo. Embora os interesses de compra para a soja brasileira no quarto trimestre de 2020 tenha sido ausente, a demanda por novos embarques de safra em 2021 no primeiro trimestre ainda persistia”.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)