Notícias

Confira os preços do milho no Brasil

De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, os preços do milho se mantiveram estáveis no mercado interno do Rio Grande do Sul e recuaram mais 2 reais/saca na exportação. “Os preços iniciais de comprador no mercado de milho disponível continuaram estáveis, nesta terça-feira, a R$ 49,00/saca FOB, na região de Cruz Alta e de R$ 50,00 na Serra, que sugere, conforme a distância, preços CIF entre R$ 50,00 e R$ 52,00/saca. Indústrias interessadas em compras mais para setembro”, comenta.

“Para exportação, para entrega em fevereiro de 2021, apesar da alta do dólar de 0,66%, o preço oferecido pelas Tradings recuou um real/saca fixando-se em R$ 49,50, contra R$ 51,50/saca do dia anterior, sobre rodas no porto gaúcho de Rio Grande, segundo informações de mercado, liquidando algo como R$ 45,00 no interior, dando suporte aos preços”, completa.

Em Santa Catarina, os preços continuam de estáveis a mais altos. “Os preços para o produtor subiram ao redor de 2,04% no estado, fechando a R$ 43,00/saca no Alto Vale do Itajaí, R$ 44,00 em Canoinhas, Chapecó, Concórdia Joaçaba e R$ 43,50 em Mafra. No mercado de lotes o dia fechou em R$ 50,00 em Campos Novos, R$ 54,00 em Joaçaba e Concórdia e R$ 51,00 em Chapecó. O atraso nas colheitas do MS e do PR provocaram altas nos preços do milho catarinense”, indica.

No Paraná os preços do milho permaneceram inalterados nesta quinta-feira. “O mercado spot se manteve em R$ 46,00 FOB no spot disponível e a R$ 48,00 para entrega e pagamento em agosto, posto fábrica para agosto na região dos Campos Gerais. Com a colheita prejudicada pelo clima adverso, as cotações são quase teóricas”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)