Notícias

Confira os preços do milho no Brasil

milho corn 1726017 1920 768x432Os preços seguem firmes no mercado de milho do Rio Grande do Sul, segundo o que informou a T&F Consultoria Agroeconômica. “Foram negociados lotes acima dos R$ 51,00 nas principais regiões do estado. Na Serra houve negócios feitos a R$ 53,00/saca para entrega agosto ainda. Para exportação, houve bids de Tradings a R$ 52,00/saca para entrega e pagamento em março/21”, informa a consultoria.

Em Santa Catarina, os compradores começam a receber milho do Mato Grosso do Sul e estão tranquilos quanto ao abastecimento, com preço andando de lado. “Os preços para o produtor permaneceram inalterados em R$ 44,00/saca no Alto Vale do Itajaí, subiram cinquenta centavos/saca para R$ 45,00 em Canoinhas e Chapecó, permaneceu em R$ 44,00 em Concórdia e Joaçaba, recuou cinquenta centavos para R$ 44,50 em Pinhalzinho e retornou para R$ 44,00 em Mafra”, completa.

No Paraná começa a disputa pelo recebimento de milho Safrinha junto ao produtor. “Começou a disputa entre armazéns de cooperativas e cerealistas para ver quem consegue atrair as entregas de milho do agricultor. Já no mercado de lotes, os compradores estão comprando apenas na medida das suas necessidades, da mão-para-a-boca, esperando maior volume de Safrinha. O Paraná colheu apenas 17%, contra 73% na mesma época do ano passado”, indica.

No Centro-Oeste os negócios foram de menor volume, com tendências diferentes conforme as regiões. “No Mato Grosso do Sul a colheita está muito atrasada, tendo atingido 10%, contra 45% do ano anterior. Com relação aos negócios, semana em calma, tendo sido negociadas 20.000 toneladas de milho no mercado spot com preços de até R$ 40,00 livres para o produtor. São Paulo tem sido o grande comprador, porque está pagando melhor. Para 2021 o mercado esteve muito quieto nesta semana, em que o dólar caiu”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)