Notícias

Novas vendas aquecem mercado nos EUA

bolsa de chicago CBTO85b7cd556fe2fO preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou na quinta-feira (30.07) uma alta de 3,00 pontos no contrato de Novembro/20, fechando em US$ 8,825 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com valorizações entre 0,25 e 2,25 pontos.

A T&F Consultoria Agroeconômica aponta que os preços encontraram suporte no relatório semanal de exportação do USDA: “Um volume proeminente de 3,34 milhões de toneladas (MT). muito acima das expectativas do mercado, que esperava uma tonelagem entre 1,5 – 2 milhões de toneladas (nova safra)”.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, sem grandes novidades, o mercado em Chicago seguiu sob calmaria na sessão de ontem: “A ARC ressalta que a boa qualidade da safra norte-americana, a falta de demanda pelo grão estadunidense e a intensificação dos atritos políticos de Trump e Jinping continuam adicionando forte pressão nas cotações da soja e milho na CBOT”.

“Faltando apenas 4 semanas para o fim do ano comercial 19/20 nos Estados Unidos, as vendas de compromissos totais da soja estadunidense continuam próximo aos 47 milhões de toneladas, entretanto os embarques ainda estão atrasados com um total de 39 MTs da soja já despachada do país”, explicam os analistas.

A ARC acredita que 3,5 a 4 MTs do total de vendas de exportação já adicionadas serão canceladas até o fim de Agosto: “Finalizando este ano comercial com meras 43-44 MTs da oleaginosa embarcada, sendo a pior campanha de exportações estadunidenses desde a safra 2012/2013. Já no Brasil, o mercado segue aquecido com a demanda chinesa, sustentando os prêmios ofertados ao produtor rural”.

#ParceriaAgro

FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)