Notícias

Cotações da soja: USDA impulsiona Chicago

bolsa de chicago CBTO85b7cd556fe2fDe acordo com informações divulgadas pela T&F Consultoria Agroeconômica, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) esteve impulsionando as cotações de soja na Bolsa de Chicago no encerramento da semana passada. “Acumulou um avanço significativo, ampliando o rali das últimas sessões e excedendo os níveis máximos de preços de dois anos”, comenta.

“O USDA forneceu dados de produção (117,3 milhões) e estoques finais (12,5 milhões) para os EUA em linha com o que os analistas esperavam (confirmando ajustes). Embora, segundo fontes do mercado, é praticamente certo que os rendimentos continuem a cair e cortes futuros sejam feitos. Enquanto isso, a agência manteve a projeção de exportação inalterada”, completa.

Espera-se que, no futuro, tenha que aumentá-los diante do dinamismo da demanda pela China. “Nesse sentido, hoje foram anunciadas vendas para o gigante asiático de 262.000 tons e outras 222.000 tons para destinos desconhecidos. Por sua vez, o relatório de Exportações Semanais dos EUA indicou uma tonelagem de 3,1 milhões de tons. (vs 1,1 – 1,9 milhões esperados). Além disso, as expectativas de maiores exportações de carne suína para a China são geradas diante da confirmação de casos de febre africana na Alemanha”, indica.

“Os futuros da soja começaram em baixa nesta sexta-feira mais cedo, e depois de uma pausa de lançamento do relatório, nunca mais olharam para trás. Os futuros terminaram a sessão acima das máximas, e às vezes eram negociados em um inverso. Os ganhos no fechamento foram de 10 1/2 a 18 1/2 centavos", conclui a T&F.

#ParceriaAgro

FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)