Notícias

Futuros da soja seguem com altas acompanhando as condições climáticas no Brasil

soja cotação bushelNa Bolsa de Chicago (CBOT), os principais contratos futuros da soja seguem trabalhando com fortes valorizações na tarde desta quinta-feira (08). Por volta das 11h23 (horário de Brasília), o vencimento Novembro/20 trabalhava com um aumento de 7,00 pontos, valendo US$ 10,58 por bushel, enquanto o Janeiro/21 registra um ganho de 5,50 pontos, com valor de US$ 10,57/bushel.

De acordo com as informações da Farm Futures, as cotações futuras da soja estão acompanhando o progresso do plantio da safra brasileira da oleaginosa. “As preocupações estão relacionadas à produtividade da safra já que as condições adversas do clima não permitem com que os produtores avancem com os trabalhos de campo”, informou.

O primeiro levantamento Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) apontou que a produção de soja do Brasil em 2020/21 foi projeta em 133,7 milhões de toneladas. A estimativa da Companhia fica ligeiramente acima da projeção de 133,5 milhões de toneladas divulgada para a nova temporada em evento sobre perspectivas, em agosto.

Na manhã desta quinta-feira, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou novos números das vendas semanais para exportação norte-americanas de soja, com 2,590,7 milhões de toneladas na semana encerrada em 1º de outubro. A China foi o principal destino e responde pelas compras de mais de 1,538 milhão de toneladas. O total ficou acima das expectativas do mercado, que variavam de 1,5 a 2,2 milhões de toneladas.

O USDA deverá reduzir a sua estimativa para a safra de soja dos Estados Unidos em 2020/21 em seu relatório de oferta e demanda que será divulgado nesta sexta-feira (09), ás 13h00 (horário de Brasília).

Com relação a safra de soja americana, a maioria das lavouras estão em estágio de maturação e ponto de colheita. "Quase 50% da safra de soja americana já está colhida, sendo que o estado de Iowa está 65% das áreas colhidas. No entanto, o mercado projeta uma redução da produção americana", comentou o Analista de Mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze.

Mercado interno
Segundo as informações da Safras & Mercados, o mercado brasileiro de soja deve seguir com cotações firmes, mas com poucos negócios nesta quinta-feira. “A alta dos contratos futuros em Chicago deve sustentar os preços no mercado doméstico. Porém, a movimentação deverá ser pontual e privilegiando a venda futura, já que quase não há mais soja disponível”, destacou.

#ParceriaAgro

FONTE: Notícias Agrícolas(Andressa Simão)