Notícias

Árabes conhecem projeto da Ferrogrão

ferrograo 5f2ff4aac5012O ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, apresentou a representantes do Fundo Soberano da Arábia Saudita alguns projetos que estão em andamento no Brasil. Um dos destaques foi a construção da ferrovia entre Sinop (MT) e Miritituba (PA), conhecida como Ferrogrão.

A ferrovia EF-170 deverá ter 933 quilômetros de extensão, para o escoamento da produção de milho, soja e farelo de soja, prevendo-se ainda o transporte de óleo de soja, fertilizantes, açúcar, etanol e derivados do petróleo. O investimento é de R$ 8,4 bilhões. A expectativa é licitar até o final do ano. O leilão de concessão para a construção e operação deve ocorrer no 1° trimestre de 2021.

A obra é considerada pelo governo federal como a mais importante do Brasil pela sua ligação estratégica com o agronegócio e pelo viés ambiental. A expectativa é que a nova ferrovia retire um milhão de tonelada de CO2 da atmosfera, por ano.

O ministro acredita que o projeto tem importância estratégica para o Oriente Médio por envolver segurança alimentar. Freitas enfatizou que o Brasil é o maior exportador de produtos agropecuários para a região. “Com a Ferrogrão, poderemos escoar os grãos que saem do Mato Grosso, criando assim um novo corredor ferroviário de exportação do Brasil pelo Arco Norte”, afirmou o ministro.

Essa foi a segunda reunião do Governo do Brasil com representantes do Fundo. Ficou acordado que as áreas técnicas do ministério irão se reunir com os técnicos do Fundo Árabe, para, assim, estabeleceram uma estratégia de apresentação mais detalhada dos projetos brasileiros. Representantes do Fundo demonstraram satisfação com as explicações dadas e mostraram-se abertos a novas reuniões para avançar no entendimento.

#ParceriaAgro

FONTE: AGROLINK(Eliza Maliszewski)