Notícias

Safra será menor devido à estiagem

soja colheita17354861A safra 20/21 será menor do que o previsto inicialmente. É o que aponta o 3º levantamento divulgado nesta quinta-feira (10) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O novo cenário reduz em 3,1 milhões de toneladas o volume total de produção. Com isso a safra está estimada em 265,9 milhões de toneladas de grãos. Mesmo assim o número é um recorde. São 9 milhões de toneladas, 3,5 % a mais do que a temporada de 2019/2020. O levantamento indica também crescimento de 1,6% sobre a área da safra 2019/20, totalizando 67 milhões de hectares.

O que causou a redução nas projeções foi a estiagem que atinge a Região Sul. As chuvas estão irregulares. Também houve pouco volume em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no extremo sul de Goiás. Nessas áreas, o acumulado de novembro ficou entre 40 mm e 100 mm. No Sudeste pouca chuva no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, com totais na faixa entre 50 mm e 120 mm.

Nesta safra soja e milho correspondem a 89% da produção de grãos do total de 16 culturas pesquisadas. Para a oleaginosa é estimado crescimento de 3,3% na área e sua produção pode chegar a 134,5 milhões de toneladas, firmando o país como o maior produtor mundial da oleaginosa.

O milho primeira safra tem redução de 2,1% na área. Para a safra total de milho primeira, segunda e terceira safras, a produção estimada totaliza 102,6 milhões de toneladas. Em novembro, as estimativas eram 104,89 milhões de toneladas de milho.

A produção total de feijão no país, somando-se as três safras, continua estimada em 3,1 milhões de toneladas. Dessa produção, 1,9 milhão de toneladas são de feijão-comum cores, 516,8 mil toneladas de feijão-comum preto e 686,7 mil toneladas de feijão-caupi ou macaçar.

Quanto ao arroz, o crescimento é de 3,2% na área e a produção está estimada em 10,9 milhões de toneladas, sendo que 10 milhões de toneladas sairão de áreas irrigadas e 900 mil toneladas, de áreas de sequeiro.

Para o algodão, a Conab estima redução de 8,1% na área a ser cultivada, limitando-se a 1,5 milhão de hectares; a produção de pluma é prevista em 2,7 milhões de toneladas.

O trigo está em fase final de colheita (safra 2020), com o volume de produção estimado em 6,2 milhões de toneladas.

#ParceriaAgro

FONTE: AGROLINK(Eliza Maliszewski)