Notícias

Soja segue recuando em Chicago nesta 6ª, mas monitora ainda clima nos EUA e demanda

Soja destaqueOs futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago seguem operando no vermelho nesta manhã de sexta-feira (30). Os principais contratos cediam entre 3,50 e 6,75 pontos, levando o julho a US$ 14,95 e o setembro a US$ 13,52 por bushel.

O mercado segue reagindo às melhores condições de clima sendo esperadas para o Corn Belt para os próximos dias, principalmente com a elevação das temperaturas.

No entanto, os mapas atualizados do NOAA, o serviço oficial de clima dos EUA, mostram que de 5 a 9 de maio partes mais a nordeste e leste deverão voltar a registrar temperaturas abaixo da média, em estados como Illinois, Iowa, Indiana, Missouri, Wisconsin, Ohio e Minnesotta.

Clima nos EUA de 5 a 9 de maio - Fonte: NOAA
Clima nos EUA de 5 a 9 de maio - Fonte: NOAA

Do mesmo modo, as chuvas mais a oeste deverão se mostrar abaixo da média, como mostra a imagem abaixo, e dentro da normalidade nas áreas marcadas em marrom e cinza, também entre os dias 5 e 9 de maio.

Clima nos EUA de 5 a 9 de maio - Fonte: NOAA

Clima nos EUA de 5 a 9 de maio - Fonte: NOAA

O mercado segue também acompanhando o comportamento da demanda chinesa, que neste momento segue menos intensa diante das apertadas margens de esmagamento no país. Entre as dificuldades está o aumento do número de casos de Peste Suína Africana que, embora não esteja causando muitas mortes de animais, atingindo os leitões neste novo momento.

E mais do que isso, os preços do suíno na nação asiática estão caindo na China, com os produtores intensificando suas vendas diante do temor de que a doença passe por um novo pico mais severo.

No radar também dos traders está a importação de soja pelos EUA, com os mais recentes rumores falando da compra de seis navios nesta semana.

FONTE: Notícias Agrícolas(Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja)