Notícias

Soja segue em alta em Chicago nesta 3ª refletindo preocupações com o clima nos EUA

Soja destacãoO mercado da soja na Bolsa de Chicago dá continuidade ao seu movimento de altas nesta terça-feira (8). Perto de 7h30 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa subiam entre 11 e 16 pontos, levando o julho/21 a US$ 15,76 e o novembro a US$ 14,51 por bushel.

Os traders seguem dando espaço às adversidades climáticas que vem sendo registradas no Corn Belt e os dados do novo boletim semanal de acompanhamento de safras que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgado no final da tarde de ontem.

Apesar do plantio já estar quase na reta final e seguindo em ritmo recorde, o índice de lavouras de soja e milho em boas ou excelentes condições recuou na última semana, sentindo os impactos do tempo quente e seco, principalmente nos estados mais ao norte, como as Dakotas e Minnesota.

São 67% dos campos em boas ou excelentes condições, contra 70% das expectativas do mercado e 72% do mesmo período da safra anterior.

O recuo mais agressivo se deu na Dakota do Norte, onde o índice de campos em boas/excelentes condições despencou de 75% para 25%. Na Dakota do Sul, a queda foi de 84% para 45%. Em Minnesota, a baixa também foi agressiva, caindo de 84% para 70% e em Iowa caiu de 82% para 73%.

O mercado acompanha ainda as altas das demais commodities agrícolas, com ganhos sendo observados também no milho, no trigo, e nas softcommodities negociadas na Bolsa de Nova York.

FONTE: Notícias Agrícolas(Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja)