Notícias

USDA reergue soja em Chicago

bolsa de chicago CBTO85b7cd556fe2fOs futuros da soj se recuperaram acentuadamente na Bolsa de Chicago para atingir o limite de alta nesta quarta-feira, já que os dados do USDA sobre os estoques trimestrais e a área cultivada estavam otimistas para o mercado de grãos. “Os contratos de agosto estavam sendo negociados a US$ 14,18/bu no fechamento de Chicago, 6% a mais no dia, com os novos contratos de safra também subindo 6%”, comenta.

“O relatório do USDA divulgado hoje manteve praticamente inalterada a área de plantio de soja de sua última estimativa em março em 87,6 (35,45 Mha) milhões de acres, apenas tocando o limite inferior das expectativas do mercado, variando de 87,6 (35,44 Mha) milhões de acres a 88,9 (35,97Mha) milhões de acres. Ao mesmo tempo, o USDA também reduziu os estoques de soja para 767 milhões de bushels (20,87 milhões de toneladas), 44% menor no ano, o que foi 2,5% abaixo da média das expectativas dos analistas”, completa.

Os mercados responderam aos dados do USDA imediatamente, com os futuros disparando em direção aos limites de negociação. “O clima adverso com condições quentes e secas em grande parte do cinturão de milho e soja dos EUA continuou a preocupar os mercados com a produtividade das safras recém-plantadas, também alimentando os preços do soja”, indica.

“O ambiente doméstico negativo e o baixo apetite por ativos emergentes, aliados à disputa pela formação da taxa Ptax de junho pela manhã, empurraram o dólar para cima no último pregão do mês. Em alta desde o início dos negócios, quando superou os R$ 5, a moeda americana perdeu um pouco de ímpeto ao longo da tarde, com o mercado mais leve tecnicamente, mas ainda assim fechou o dia em alta”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)