Notícias

Nova expectativa de produção derruba soja em Chicago

bolsa de chicago CBTO85b7cd556fe2fO contrato de novembro21 da soja em grão fechou em leve queda de 0,13% ou 1,50 cents/bushel a $ 1196,75 na Bolsa de Chicago, de acordo com informações da TF Agroeconômica. “O contrato de maio22, importante para as exportações brasileiras, fechou também em queda de 0,24% ou 3,0 cents/bushel a $ 1227,0. O contrato de dezembro21 de farelo de soja fechou em queda de 0,06% ou $ 0,2/t curta a $ 312,7. O contrato de dezembro de óleo de soja fechou em forte alta de 1,43% ou $ 0,84/libra-peso a $ 59,69”, comenta.

“Leve queda, em um mercado dominado pelos novos dados do USDA, o que denota tranquilidade do lado da oferta. No dia anterior o USDA elevou as projeções de produção e estoques finais, superando as expectativas do mercado. Por outro lado, embora as vendas para a China tenham sido anunciadas, as importações de soja da China caíram notavelmente em setembro, gerando preocupação. Óleo de palma e de soja em alta, impediram quedas maiores”, completa a consultoria.

Globalmente, para 2020/21, o USDA aumentou a produção em 2 milhões de toneladas para 365,3 milhões de toneladas, mas refletiu exclusivamente a mudança doméstica. “O carry-in para a temporada 21/22 aumentou 4 MT para 99 MT. Isso novamente refletiu o aumento para o S & Ds dos EUA, embora os estoques chineses também tenham aumentado em 900k T. Com relação à produção, o USDA aumentou a produção global de 21/22 em 720k T para 385,14 MT. Os estoques finais aumentaram 5,68 MT de setembro para 104,57 MT. O comércio esperava 100,6 MT. A maioria das mudanças estrangeiras refletia os ajustes de carry-in da temporada 20/21”, indica.

“O relatório de progresso da safra do NASS mostrou que 91% dos grãos de soja estavam perdendo folhas em 10/10. Isso é 3% pontos à frente do cronograma médio. A colheita avançou para 49% de 34% na semana passada. A média é de 40% colhida. Os dados das condições da soja NASS foram convertidos para a pontuação final Brugler500 de 354. As condições finais da soja de IA marcaram 368 no Brugler500, com 389 para NE. Wisconsin e Louisiana foram 389 e 392 completando os campos superiores, enquanto os feijões em MN, ND e SD terminaram a estação de cultivo com uma pontuação de 307, 254 e 277 Brugler500, respectivamente”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)