Notícias

Chicago: Soja fecha em alta por motivos técnicos

bolsa de chicago CBTO85b7cd556fe2fO contrato de novembro21 da soja em grão fechou em leve alta de 0,88% ou 10,50 cents/bushel a $ 1205,75, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. Além disso, o contrato de maio22, importante para as exportações brasileiras, fechou também em alta de 0,63% ou 7,75 cents/bushel a $ 1227,0. “O contrato de dezembro21 de farelo de soja fechou em alta de 0,90% ou $ 2,8/t curta a $ 314,5. O contrato de dezembro de óleo de soja fechou em forte alta de 1,29% ou $ 0,77/libra-peso a $ 60,36”, comenta.

“Compras técnicas e de oportunidade permitiram avanços, após três sessões consecutivas em quedas. O mercado continua dominado pelo avanço da safra norte-americana e por um cenário de maior produção e estoques finais. O USDA anunciou vendas de 132.000 toneladas, (que se somam às 330.000 de ontem) em um contexto onde uma demanda ativa é necessária para sustentar os valores”, completa.

Segundo a consultoria, os analistas entrevistados antes do relatório de esmagamento do NOPA esperam ver 155,07 mbu (4,22MT) esmagados em setembro, contra os 158,8 mbu (4,32 MT) no mês passado e se compara a 161,5 mbu (4,39MT) em setembro de 2020. “Os estoques de óleo de soja são estimados em 1,663 bilhões de libras. O adido Agrícola do USDA estima a produção de soja da Argentina em 49,7 MT, contra 52 MT na estimativa oficial do USDA - citando área plantada mais leve”, indica.

“Após ensaiar um mergulho pela manhã, na esteira de nova oferta de US$ 1 bilhão em swaps cambiais pelo Banco Central, o dólar ganhou força ao longo da tarde e encerrou a sessão desta quinta-feira (14) em leve alta, na casa de R$ 5,51, em sintonia com comportamento predominante em relação a divisas emergentes pares do real”, conclui.
FONTE: AGROLINK(Leonardo Gottems)